Boneco de Neve – Comentário + Vídeo com Fassbender e Jo Nesbø


Boneco de Neve estréia hoje no circuito nacional e mesmo contando com Michael Fassbender interpretando o detetive Harry Hole o filme é bagunçado e confuso.

Não li o bestseller do Jo Nesbø que vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo, mas confesso que depois de assistir ao filme me deu muita vontade de ler. Ele chega a ser comparado com O Silêncio dos Inocentes e só por essa audaciosa comparação o livro já encabeça minha lista de prioridades. Em poucas palavras o filme tem uma bela fotografia assinada por Dion Beebe que trabalhou em filmes como Chicago, Caça aos Gângsteres, No Limite do Amanhã e ganhou o Oscar por Memórias de uma Gueixa. A fotografia é a melhor coisa de um filme em que o roteiro trás artifícios preguiçosos e desperdiça totalmente a presença de J.K Simons, um ator sensacional que também já levou um careca dourado para casa. Simons interpreta Arve Stop personagem totalmente dispensável que parece ter mais importância no livro.

O que mais assusta no thriller é a atuação bizarra e sinistra de Val Kilmer. Só vendo mesmo pra você entender pois não sou capaz de opinar.

Boneco de Neve como filme decepciona, mas instiga leitores (de livros) fajutos como eu a ir atrás do passado de Harry Hole já que esse é o sétimo livro de Jo Nesbø protagonizado por ele. Se a ideia era essa, então pelo menos comigo funcionou.

Você pode comprar o livro na Amazon nos links abaixo:

Em vídeo inédito o escritor Jo Nesbø fala sobre a criação do personagem Harry Hole, o detetive que é protagonista da história, e como inserí-lo dentro do filme. 

 

“Harry Hole me surgiu em 1997 num avião de Oslo a Sydney”, diz o escritor. “Snowman é o sétimo livro da série e tem um elemento de terror que os livros anteriores não tinham”. Comparado ao sucesso “Silêncio dos Inocentes”, pelo jornal inglês The Guardian, o livro conta a história de um detetive que ao investigar o desaparecimento de uma mulher na primeira neve do inverno, passa a relacionar o assassinato a um serial killer.

Para Michael Fassbender, conhecer o personagem a sua história foi crucial para aceitar participar da produção do longa: “A primeira coisa que me atraiu foram os livros. O Harry Hole de Jo Nesbo e o mundo que ele ocupa, e eu os adorei”, confessa o ator.

Com a ajuda de uma recruta (Rebecca Fergunson), o personagem ligará casos arquivados de décadas atrás com o novo crime na esperança de desvendar o mistério antes da próxima nevasca. “Quando entendi que a forma como os produtores viam o filme, era igual à minha, fiquei muito feliz. Tomas [o diretor] entender isso tornou muito fácil dizer ‘Isso foi decisão sua. Pegue as páginas que escrevi e use como informação para a história que quer contar’”, comenta Nesbø.

Filmado inteiramente na Noruega, nas cidades de Oslo, Bergen e na região de Rjukan, Boneco de Neve é produzido por Tim Bevan e Eric Fellner, da Working Title (“A Teoria de Tudo” e “Os Miseráveis”), em parceria com Robyn Slovo (“O Espião Que Sabia Demais”) e Piodor Gustafsson (“Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres”).

 

 

 

É apaixonado pelos Beatles e pelo Santos FC, fã de verdade de quadrinhos e seu personagem preferido é o Superman. Sua mãe lhe mostrou o que tem de melhor na TV, Chaves e ele cresceu aprendendo com o mestre Bolaños como ter pureza no coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

log in

reset password

Voltar para
log in